CRAS Lagoinha leva o projeto Ação Comunitária à comunidade do Saltinho

Em atendimento ao Plano Plurianual elaborado no ano de 2017, especialmente no que diz respeito a oferta do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família, o CRAS tem como meta levar os serviços da Proteção Social Básica às famílias que residem nos territórios mais afastados. Esse planejamento foi incorporado ao projeto institucional denominado “O CRAS QUE TEMOS: O CRAS QUE QUEREMOS”, o qual tem como objetivo reorganizar os serviços ofertados pelo CRAS tendo como base principal a avaliação e participação da comunidade e público atendido pela Assistência Social.

No dia 07 de maio, a equipe do CRAS realizou uma ação comunitária na comunidade do Saltinho, onde as famílias receberam orientações e encaminhamentos, com a intenção de proporcionar o acesso a serviços socioassistenciais e programas de transferência de renda, além de proporcionar a vivência experiências que contribuam para o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, para ampliação da capacidade protetiva e de superação de fragilidades sociais e para a construção de projetos individuais e coletivos e fortalecer o desenvolvimento da autoestima e autonomia. Durante a ação foram abordados temas como os direitos da mulher, autoestima, violência, reflexão sobre família e projetos de vida (sonhos).

O que é uma Ação Comunitária? São ações de caráter coletivo, voltadas para a dinamização das relações no território. Mobiliza os participantes, e devem agregar diferentes grupos do território a partir do estabelecimento de um objetivo comum. Ela é uma ação do PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família e busca prevenir a ocorrência de vulnerabilidades e/ou riscos sociais.

A equipe agradeceu o ótimo acolhimento da comunidade local, que participou ativamente de todas as atividades, totalizando 25 pessoas, que puderam participar, também, com sugestões e elogios.

O objetivo da Secretaria de Assistência Social e Cidadania é cada vez mais ampliar o trabalho nas comunidades, tendo em vista a extensão territorial do município que dificulta a participação das famílias localizadas nas áreas mais distantes.

A ação contou com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde, especialmente da equipe da Unidade de Saúde da Lagoinha, que cedeu o espaço da Unidade de Saúde do Saltinho para realização; bem como o grupo de voluntárias “Mulheres de Honra” de Curitiba.